quinta-feira, 25 de abril de 2013

Coisas que não se pode fazer em paz depois dos 30

Esses dias eu passei meio mal. Comi demais, me empolguei e meu estômago não gostou muito da história. Mas foi só eu comentar que não estava me sentindo bem que começaram as especulações. Então pensei que há coisas que não podemos mais fazer em paz depois dos 30 que ou já tem alguém pra encher o saco ou a gente fica com grilo na cabeça - ainda se diz "grilo" ou falar isso denuncia a minha idade? Mas vamos a algumas dessas coisas:

- Passar mal: foi o que aconteceu comigo. Foi eu falar "ai, tô passando meio mal" que já começaram a dizer "iiihhhh, tá grávida?" Há milhares de razões para passar mal, mas nos 30+ neguinho já acha que é gravidez. Pior que, se não é sua intenção engravidar, você fica preocupada, recapitulando suas últimas bimbadas relações, pensando onde pode ter havido um deslize, uma falha dos métodos anticoncepcionais, e aí fica pensando como ia fazer pra contar pro povo, pro pai (pro seu e pro da criança), pra botar nome, pra educar, pra pagar a faculdade da criatura. E se não houve bimbada relações nos últimos tempos, você solta o clássico "só se for de Jesus Cristo!". Por isso, meninas, se não querem ninguém especulando sobre uma possível gravidez, aguentem firme ou vomitem bem discretamente, sem ninguém saber.

- Não ter namorado: quando você tem 20 e tantos, as tia ainda fala "nossa, não tem? Ai, mas você é nova, tem mais é que aproveitar". E você aproveita mesmo, como por exemplo ficando no Facebook num sábado à noite vendo os perfis dos pretendentes - das suas amigas, porque você não tem nenhum. É realmente uma festa a sua vida de solteira, mas tudo bem. Você tem tempo. Mas aos 30 e poucos, as tia já mudam o discurso: "tá solteira, ainda? Nossa, o que acontece? Tão bonita..." . Tem que ter alguma coisa errada com você, aos olhos do povo. Você não pode ser solteira por opção, ou solteira por opção dos homens mesmo mas ainda assim estar bem e feliz. Haja paciência!

- Tomar sol: é nos 30 que todo aquele sol que você tomou por dias inteiros toda melada de Cenoura & Bronze começa a mostrar seus efeitos malignos. Aí que você começa a pensar mais, ter mais medo de manchas e rugas e a ter mais cuidado, se é que não teve antes - eu, por exemplo, sempre me cuidei muito do sol porque minha branquelice eslava não permite que eu folgue no calor dos trópicos. Com a consciência de que estamos envelhecendo amadurecendo, vem um cuidado maior com a pele. Em alguns casos, quase beirando a paranoia - haja Natura Chronos!

E vocês, o que acham que não podem mais fazer em paz depois dos 30?

4 comentários:

  1. Beber como se não houvesse amanhã. A ressaca parece que fica mais monstra depois dos 30, antes eu bebia e no outro dia acordava de boa e pronta pra outra bebedeira, já agora...levantar da cama só em último caso!rs

    ResponderExcluir
  2. Marcelo Henriques25 de abril de 2013 11:22

    Essa é prima do seu primeiro parágrafo (passar mal):

    Não pode casar depois dos 30, se você namora há mais de 3 anos...

    Foi unânime os "mas ela tá grávida??". Alguns com olhares (pra barriga dela), outros com indiretas mais diretas do tipo: "Que legal!! Mas por quê decidiu casar agora? (se arqueando pra frente e querendo completar com um: 'desembucha!'"... Rsrsrsrs... Bem engraçado...

    ResponderExcluir
  3. Ai Nadja, assino embaixo! outra coisa que mudou pra mim depois dos 30: fico pensando se tal roupa ou acessório me deixa muito ridicula, tipo 20 year old wannabe, sabe? mas nada vence a historia de passar mal. Nao pode dar 1 enjoo, uma azia, é um saco.

    ResponderExcluir
  4. hahahahaha
    Estou quase nos trinta e estou começando a sentir os mesmos efeitos colaterais. Saco!
    Parecia que tava tão longe quando eu tinha quinze.
    Agora todo mundo me olha e fala: precisa arrumar logo um irmão pro seu filho, daqui a pouco ta velha (e acabada)aí não tem mais pique, e a diferença de idade fica muito grande e...
    Saco!
    bjos

    ResponderExcluir

Desembucha!