segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Historinhas de mulheres de (quase) 30 - um pai sincero

Ela tinha uns 14 anos e estava se sentindo feia. As curvas ainda não tinham desabrochado, as das amigas já. Aquele sentimento de ser inadequado, típico da adolescência. Ficou um tempão desabafando no ouvido da mãe, que não disse nada.

Uns dias depois, o pai chamou pra conversar.

"Filha, seguinte: não vou te dizer que você é a Brooke Shields, porque você não é. Mas você tem seu jeitinho, fala coisas engraçadinhas, tem uns olhinhos... a Brooke Shields realmente você não é, mas você tem o seu valor!"

E é por coisas assim que, aos quase 30, a moça esbanja auto-estima.

Um comentário:

  1. Dizer o que? H-o-m-e-n-s!
    Hahahaha!!!!
    Lila Czar
    seviracom30.blogspot.com

    ResponderExcluir

Desembucha!